2° Workshop-Escola de Computação e Informação Quântica
29, 30 e 31 de Outubro de 2007 • Auditórios da FIEP • Campina Grande, Paraíba
Instituto de Estudos em Computação e Informação Quânticas - IQUANTA
Universidade Federal de Campina Grande - UFCG

Realização

Instituto de Estudos em Computação e Informação Quânticas

Universidade Federal de Campina Grande

 

Apoio

Sociedade Brasileira de Computação

 

Sociedade Brasileira de Telecomunicações

 

Sociedade Brasileira de Física

 

Parque Tecnológico da Paraíba

Palestrantes

Bráulio Tavares é escritor, compositor, poeta, teatrólogo e roteirista de shows, cinema e televisão. Estudou cinema na Escola Superior de Cinema da Universidade Católica de Minas Gerais. É pesquisador de literatura fantástica, tendo compilado a primeira bibliografia do gênero na literatura brasileira, o "Fantastic, Fantasy and Science Fiction Literature Catalog" em 1992. Já publicou diversos livros entre eles "A Espinha Dorsal da Memória", em 1989, pelo qual recebeu, em Portugal, o Prêmio Caminho de Ficção Científica, para obras em língua portuguesa. É um curioso que conhece o mundo e fala dele.

Belita Koiller é Doutora em Física pela Universidade da California em Berkeley. Pesquisadora sênior do CNPq desde 1985 e primeira física titular da Academia Brasileira de Ciência, é atualmente professora-titular do Instituto de Física da UFRJ. Em 2002, foi condecorada pelo Presidente da República com a Comenda da Ordem Nacional do Mérito Científico. Em virtude de suas pesquisas teóricas sobre elétrons em ambientes desordenados, como vidros, ligas e nanoestruturas, recebeu o Prêmio Unesco/L'Oréal para Mulheres na Ciência de 2005. Os trabalhos mais recentes da pesquisadora são relacionados à busca do computador quântico.

Romain Alléaume é Doutor pela Universidade Pierre et Marie Curie - Paris VI - especialidade em Óptica Quântica, tendo como tema a realização de fontes de fótons únicos. Atualmente é Maître de Conference na École Nationale Supérieure des Télécommunications, ENST, França. Seu trabalho de pesquisa atualmente é focado na integração de criptografia quântica em redes de telecomunicações levado a efeito dentro do projeto europeu Secoqc que visa o desenvolvimento de uma rede WAN com segurança baseada na criptografia quântica. Este projeto envolve os principais centros de pesquisa em informação quântica da Europa. Ganhou o Prêmio Científico da revista “La Recherche”, edição 2004.

Geraldo Alexandre Barbosa é Doutor em Física pela University of Southern California e trabalha desde 2000 na Northwestern University, EUA, no Center for Photonic Communication and Computing onde é Research Professor do Department of Electrical Engineering and Computer Science. Foi professor titular da UFMG, professor visitante da USP, da UFAL e da University of Rochester e presidente do comitê científico da FAPEMIG. É membro da American Physical Society e da Sociedade Brasileira de Física e é autor de três patentes em criptografia quântica. Estabeleceu o primeiro laboratório de Óptica Quântica do Brasil (UFMG), onde se produziu a primeira evidência experimental, a nível mundial, de uma imagem quântica.

Paulo Carreira Mateus é Doutor em Matemática e professor na Seção de Lógica e Computação do Departamento de Matemática do Instituto Superior Técnico, da Universidade Técnica de Lisboa. Ganhou o Prêmio Científico IBM 2005 com o projeto “Análise de Sistemas de Prova de Conhecimento Nulo” que demonstra como atacar diversos protocolos de segurança por intermédio de um "chip" inviolável. O impacto deste ataque atinge a segurança de diversos protocolos eletrônicos, como, por exemplo, o anonimato (impossibilidade de detecção da presença do utilizador) nas áreas da identificação, do voto eleitoral eletrônico e do pagamento por moedas eletrônicas

Renato Portugal é Doutor em Física pelo Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas, possui pós-doutorado pela University of Waterloo e pós-doutorado pela Queen's University at Kingston. Atualmente é Pesquisador Associado III do Laboratório Nacional de Computação Científica. Já foi professor do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas, da PUC-Rio e da UFF. Suas áreas de interesse são Caminhos Aleatórios Quânticos, Computação Algébrica Aplicada à Física, Teoria da Informação Quântica e Gravitação e Computação Algébrica.

Antônio Carlos da Rocha Costa é Doutor em Ciências da Computação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Foi professor do Instituto de Informática da UFRGS e atualmente é professor da Universidade Católica de Pelotas, professor orientador colaborador da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, pesquisador do CNPq e membro do Conselho Municipal de Ciência e Tecnologia da Prefeitura Municipal de Pelotas. Suas pesquisas na área da computação quântica são direcionadas para linguagens de computação quânticas.

Última atualização: 07/12/2007